[ editar artigo]

Você sabe o que é uma martech?

Você sabe o que é uma martech?

De tempos em tempos, a indústria do marketing e comunicação digital, apresenta vetores de mudanças que impactam profundamente a maneira de agir e pensar o negócio de agências e anunciantes. Podemos listar alguns exemplos emblemáticos como o surgimento dos portais, do search, das redes sociais e da compra programática, só pra ilustrar o pensamento.

Nesse momento estamos vivenciando outro ponto importantíssimo de mudança. O que temos de mais atual são as martechs e esse é o assunto que domina corações e mentes do nosso mercado. E não é pra menos! Toda a indústria do marketing será pautada por elas.

Mas o que são exatamente as martechs e onde elas exercem tanta importância?

A definição formal do conceito de martech é a soma das palavras Marketing + Technology, ou seja, ferramentas de marketing acionadas através da tecnologia. Mas, claro, que o entendimento deve ser bem mais profundo que isso.

As martechs são empresas que se utilizam de um novo pensamento de gerar valor para as marcas, que passa pelo entendimento completo do negócio do cliente, desde o conhecimento do seu público consumidor até o desenvolvimento da linha de produtos, sempre utilizando a capacidade analítica de dados e a ativação dos mesmos em forma de inteligência, insights, estratégia de campanhas, produção de conteúdo, de propriedades digitais, design de produtos, entre tantas outras possibilidades.

As martechs turbinam o marketing digital pois tem como aliadas tecnologias muito transformadoras como a Inteligência Artificial, por exemplo, que acelera exponencialmente a capacidade de análise e tomada de decisão das marcas em relação aos seus produtos.

Imagine uma marca de produtos de bens de consumo, que outrora, despendia um esforço de trabalho, investimento e tempo em realizar profundas e longas pesquisas de campo para testar produtos com painéis de consumidores de maneira totalmente física e analógica e que hoje, através da coleta da dados de tendências de consumo, de opiniões em redes sociais, buscas em ferramentas de search, postagens de vídeos domésticos, análise de clusters de dados 3rd. Party, testes A/B automatizados de mensagens publicitárias, análise de CRM, tudo isso acumulado em uma cloud platform que utiliza IA para juntar, filtrar e extrair informações cruzadas e, consequentemente, resoluções de ações de negócios.

Existe um universo enorme de martechs que atuam em diversos segmentos como finanças, saúde, publicidade, conteúdo editorial, engenharia, educação e por ai vai em uma lista infinita. Acha que é exagero, veja só o mapeamento do mercado norte americano realizado anualmente pela Chiefmartec.com:

Só nesse report, foram listadas 8.000 empresas, mas o universo é muito maior.

No Brasil, obviamente, o número de empresas é bem menor, porém, um estudo da Distrito Hub de Inovação, identificou 668 martechs nacionais, que juntas, movimentarão mais de US$1Bilhão em 2021. Um mercado pra lá de promissor.

E para entender, quais são as áreas dentro do marketing que as martechs mais exercem participação, o share de atuação se apresenta com 28% em Publicidade e Promoção, 26% em Comércio e Vendas, 26% em Redes Sociais e Relacionamento, 21% em Conteúdo e Experiência.

 Importante observarmos que existe um ponto comum entre todas elas. A maioria surge de um ambiente de startups, com leveza e liberdade de desenvolvimento de soluções e tecnologias que transformam negócios e setores inteiros.

A realidade hoje é essa e é por esse caminho que nosso mercado de marketing caminhará daqui em diante. Cada vez mais teremos tecnologia caminhando de mãos dadas com os departamentos de marketing das empresas. Sinal de alerta para agências de publicidade e anunciantes que ainda não acordaram para o tema.

ZAHG Academy
Marcio Jorge
Marcio Jorge Seguir

Publicitário, empreendedor, apaixonado por tecnologia e pessoas.

Ler conteúdo completo
Indicados para você